quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Terra Santa : Mar da Galiléia - Basílica da Anunciação - Monte das Bem Aventuranças - Tabgha - Igreja do Primado de Pedro- Cafarnaum

Terra Santa: Quinto dia - 19/09/2012

1) MAR DA GALILEIA
Mar da Galileia



Nosso dia começou bem cedo, com muito calor e um belíssimo passeio pelo Mar da Galileia, também chamado de mar de Tiberíades ou lago de Genesaré. Foi uma manhã de reflexão, pregação, música e muita alegria proporcionada pelo Padre Fábio de Melo. 

 






(Figura 1)

É o lago de água doce mais grande de Israel. A Bíblia diz que foi aqui que Jesus caminhou sobre as águas(João 6, 16-21; Mt 14,22-33;Mc 6,45-52). 

Figura 1: Jesus Caminhando sobre as águas, François Boucher, Cathédrale Saint-Louis(1766), Versailles.












2) BASÍLICA DA ANUNCIAÇÃO

..."o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré" (Lucas 1:26)

Gruta da Anunciação

 A Basílica da Anunciação, com a sua marca oficial, a cúpula branca, celebra este evento marcante.

Construída no local onde viveram Maria e José, na cidade de Nazaré, um complexo moderno, construído em 1967, onde se encontra, no andar térreo, a Gruta da Anunciação, em frente a qual fiéis fazem fila para rezar no que supostamente seria parte da casa de Maria ou Nossa Senhora, como ficou conhecida no mundo todo.







Basílica da Anunciação

Basílica da Anunciação
























As missas são celebradas no segunda andar, em uma igreja ricamente decorada por painéis sobre a anunciação, enviados por diversos países do mundo, inclusive o Brasil: com um lindíssimo mosaico de Nossa Senhora de Aparecida.






3) MONTE DAS BEM AVENTURANÇAS

Igreja das Bem-Aventuranças

Essa montanha está localizada entre Cafarnaum e Tabgha. 
 Em uma colina da Galileia está a Igreja das Bem Aventuranças, construída onde Jesus pronunciou o Sermão da Montanha. 







Figura 1




Figura 1: Sermão da Montanha -
ROSSELLI, Cosino - Capela
Sistina - Vaticano 










 4) TABGHA





Igreja da Multiplicação

Na Terra Santa, dá-se o nome de Tabgha a um lugar a uns três quilômetros a oeste de Cafarnaum, que se estende desde a margem do lago de Cesareia, onde se costuma designar, de modo mais restrito, uma pequena parte dessa região: o local onde se recorda a multiplicação dos cinco pães e dos dois peixes, com que o Senhor deu de comer a uma multidão de cinco mil homens.
Mosaico







A igreja está no local onde se crê que Jesus fez o milagre . Em seu interior tem um mosaico que celebra o acontecimento. 











Multiplicação de 5 pães e 2 peixes -ícone



5)  IGREJA DO PRIMADO DE PEDRO




 
Igreja do Primado de Pedro



A Igreja do Primado de São Pedro está localizada em Tabgha, na costa noroeste do Mar da Galileia, perto de Cafarnaum. Segundo a tradição, este é o local onde se recorda a passagem narrada no evangelho, quando Jesus disse: "...Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja...(Mateus 16, 13-20)



Mensa Christi - Mesa de Cristo







A atual igreja franciscana, construída em 1933, conserva os alicerces da antiga edificada no século IV. No seu interior, em frente ao altar, encontra-se uma rocha de calcário venerada como “Mensa Christi”, que significa “Mesa de Cristo”.
Entrega da Chave a S.Pedro - Pietro Perugine, 1482, Capela Sistina, Vaticano

 Este é o local, onde segundo a tradição, Jesus preparou o peixe e o pão para os apóstolos, e disse a Pedro: “Apascenta as minhas ovelhas”.

6) CAFARNAUM


 

Quando Jesus soube que João havia sido preso, retirou-se para a Galileia. A seguir, abandonando Nazaré veio morar em Cafarnaum, que ficava as margens do mar da Galileia,  e aí começou seu ministério.
No tempo de Jesus, Cafarnaum era o principal centro comercial e social da região. Apesar de ser uma modesta aldeia de pescadores e de possuir uma estrutura precária, era um centro coletor de impostos de alfândega e detinha uma guarnição romana. O vilarejo era um próspero centro comercial, que servira de entreposto para as regiões norte e leste da Galileia. 

 

                                                                                                                 
                                            
Ruínas de Cafarnaum
As escavações arqueológicas não encontraram templos, nem inscrições públicas tão comuns naquelas cidades da época. Suas casas eram simples e rudes: construções de madeira, barro e palha. Portanto, a sua população era de empobrecidos, doentes e pescadores, sensíveis à mensagem de Jesus Cristo.


Os arqueólogos encontraram também uma sinagoga que fora construída por um centurião romano, mencionada pelo evangelista Lucas (Lucas 7,5) e frequentada por Jesus (Marcos 1,21). 


Ruínas da sinagoga e Cafarnaum

 Depois de estabelecer residência em Cafarnaum, Jesus percorria as cidades e as aldeias, ensinando nas sinagogas, proclamando o Evangelho e curando todas as enfermidades e doenças. (Mt 9, 35).











Jesus cura um paralítico, ícone.

Embora Jesus tivesse curado muitas pessoas de doenças e até mesmo devolvido a vida a uns poucos, sabemos que não veio para suprimir todos os males da terra, mas para libertar a humanidade da escravidão mais grave, a do pecado. 









Exorcismo na Sinagoga de Cafarnaum, Séc. XI, Abadia de Lambch,Áustria




 Os milagres, exorcismos e curas são sinais de que o Pai o enviou, manifestam o domínio amoroso de Deus sobre a história, revelam que o Reino estava presente já na pessoa de Cristo.



 

Ricci, Sebastiano - Jesus cura servo do Centurião Romano




Memorial de Pedro, Cafarnaum



Em 1990 foi dedicado o moderno Memorial de São Pedro, construído sobre as ruínas da casa de Pedro e a basílica bizantina. É uma igreja octogonal suportada por grandes pilares que a separam do solo: isso permite aos peregrinos observar os vestígios arqueológicos tanto do exterior do templo, passando por baixo, como do interior, através de um óculo quadrangular aberto no centro da nave.
 
Memorial de Pedro, Cafarnaum (interno)













 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário estará sujeito a moderação, até que seja liberado.Obrigado.